sábado, 23 de março de 2013

confiança.

Lembras-te de toda aquela confiança que depositei em ti ?
Daquelas vezes que tinha todos os motivos do mundo para desconfiar, mas mesmo assim a tua palavra continuou a ser a única que valia para mim ?
Pois, a única coisa que te pedi em troca, era que também tivesses essa confiança em mim, coisa que nunca aconteceu  mesmo depois de te dar provas de que a merecia.
Eu nunca exigi muito de ti , tu sabes disso. Eu estive sempre cá para ti, mesmo depois de todas as vezes que me deixaste 'sozinha' . Eu fiquei cá, á tua espera, e aceitei-te  sempre que decidias voltar.
Eu neste momento só te estou a pedir uma coisa: que fiques do meu lado da mesma forma que eu fiquei do teu  e que confies em mim!
 Mas tu nem isso me dás. Eu sinceramente não sei o que fazer mais...
Cuida de ti, pois eu já o tentei fazer durante demasiado tempo, e agora já não o posso fazer mais..

quarta-feira, 13 de março de 2013

Reerguer !

“A gente aguenta como dá, sorri falso enquanto pode, e finge que está bem enquanto consegue.” 

Sim, eu sei que não sou perfeita... pelo contrário, sou uma mistura de confusa, parva, retardada e estranha ... uma mistura de defeitos, qualidades, e sentimentos . Sentimentos que por vezes se tornam confusos demais !
Sabes quando estás rodeada de gente, mas continuas a sentir-te sozinha ? Quando achas que tens tudo para ser feliz, mas parece que falta algo ? Quando sentes aquele grande vazio dentro de ti que só pode ser preenchido por coisas muito concretas ? Sabes quando não sabes o que sentes ?  Sabes quando te sentes cansada, mas é aquele tipo de cansaço que não pode ser curado apenas com uma boa noite de sono ?
Pronto, é assim que eu  me sinto .
É impressionante como as coisas têm tendência a acontecer todas ao mesmo tempo, deixando-nos ... á nora. Confusos, sem saber o que fazer, ou como reagir.
 Por vezes sinto-me como se estivesse presa numa espécie de labirinto, e sinceramente não sei como sair de lá...
Nem sei se preciso de alguém que me salve, ou se devo simplesmente continuar a tentar salvar-me sozinha...
A realidade é que está a ser difícil ...  E eu juro, juro mesmo que estou a tentar continuar de cabeça erguida, e esquecer  o facto de me estar a «desfazer» por dentro.
Acho que a minha vida neste momento é  toda constituída por peças... e sinceramente não sei se existem peças a mais, ou a menos ...  mas tenho a certeza que algo está errado.
Mas como sempre, eu vou ultrapassar né ? mais cedo ou mais tarde deixa de doer. Pelo menos é o que dizem. Ou talvez vá sempre doer um bocadinho... mas a gente acaba por aprender a lidar com a dor.
Afinal, a vida trata-se disto mesmo não é ?
Agora é uma questão de reerguer a cabeça, colocar aquele sorrisinho em que toda a gente acredita, e continuar a responder á tipica pergunta : ' O que se passa ? '  com a tipica resposta: ' Nada , eu estou bem :) ' ... e Ninguem vai perceber ...


terça-feira, 12 de março de 2013

.

'' Essa conversa de que a pessoa só dá valor quando perde não é verdadeira. Cada um sabe exatamente o que tem à seu lado. O problema é que ninguém acredita que um dia vá perder. ''

Eu sempre estive cá para ti... acho que agora tu sabes.  

Cada palavra, cada gesto... sempre foram o mais verdadeiros possíveis, espero que nunca tenhas duvidado.
Eu sempre estive do teu lado, só tu é que não viste. 
Sujeitei-me a tudo e mais alguma coisa, só para te ver feliz. E tu sempre me tomaste como garantida. E bem... sim, podias fazer-lo, porque independentemente do que tu me fizesses, eu ia continuar lá para ti ! Independentemente das tuas Idas e Vindas, tu sabias que , mesmo se me deixasses, eu ia estar lá á tua espera, e receber-te de braços abertos quando voltasses.    
Para mim, a tua felicidade sempre esteve á frente da minha... e não, não me arrependo ! Sabes que ver-te feliz sempre foram das melhores sensações que já tive. 
Ter-te do meu lado compensava tudo o que era mau...
Sabes que haverá sempre um lugar na minha vida, no meu coração, que te vai pertencer..
Mas a vida continua,  e não podemos continuar agarrados a memórias do passado.
Sabes que estarei sempre do teu lado, independentemente de tudo, mas simplesmente de uma forma diferente.
noite e dia, não duvides.

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

É dificil.

É difícil sabes?
Eu bem tento esquecer ou pelo menos tento não lembrar, mas está a ser impossível, e tudo isto torna-se sufocante e até mesmo frustrante.
 É estranho sabes?
É estranho como mesmo depois de alguém nos magoar vezes sem conta, nos decepcionar, nos abandonar, e nos deixar bem lá 'no fundo' ,  nós continuamos a querer o melhor para ela, continuamos a querer ver-la sorrir, e  a amar-la mesmo que isso custe a nossa felicidade.
E é estúpido sabes?
É estúpido a nossa felicidade continuar a depender de alguém que está feliz sem nós.


terça-feira, 1 de janeiro de 2013

wishes.

 Ontem, quando o relógio marcou as 00 horas, eu como sempre, comecei a pedir desejos. Desejos esses que eu tenho plena consciência de que não se vão realizar por simples 'magia'.
A Maioria das pessoas acha uma estupidez alguém se dar ao trabalho de pedir desejos, e sinceramente, eu por um lado também o acho, mas por vezes nós chegamos a um ponto da nossa vida, em que já nada é suficientemente estúpido. 
Mas não pensem que eu 'desejei' apenas por desejar. Eu desejei, porque sei que vou fazer por isso. Porque sei que vou fazer tudo o que estiver ao meu alcance para o realizar .
Quando queremos mesmo uma coisa, não basta apenas querer e esperar que aconteça por obra do 'além' , mas temos de fazer com que se torne realidade.
Não esperes que as coisas caiam do céu. Se desejas algo, luta por isso, e só assim poderás chegar ao final de mais uma etapa  e com orgulho dizer: eu realizei tudo o que desejei.



domingo, 30 de dezembro de 2012

2013

 Amanhã é o ultimo dia do ano,  e eu começo a pensar naquelas típicas tretas do tipo ' ano novo , vida nova'.
Eu não preciso que chegue um novo ano para mudar de vida, mas penso que é uma boa oportunidade para me mentalizar de que tenho de erguer a cabeça de uma vez por todas.
Eu sei bem que á meia noite do dia de amanhã, eu vou estar a fazer mais um daqueles desejos estúpidos que   como é óbvio, nunca se realizam. Mas a gente , lá no fundo, tem sempre uma esperança que 'este ano, seja o nosso ano '. Toda a gente tem esperanças que o ano de 2013 , seja melhor que o de 2012. E por muito bom que o de 2013 seja, em 2014 eles vão desejar que seja ainda melhor.
A realidade é que nunca vamos ter 365 dias de perfeição. Vão sempre haver altos e baixos, a vida vai sempre trazer coisas boas e coisas más, e vai sempre ' levar embora' coisas boas, mas coisas más também.
O problema é que nós começamos sempre com demasiadas expectativas, e nem tudo o que nós 'desejamos' se realiza, mas esquecemos nos que se realizaram coisas que nós não desejamos, mas que , nem que tenha sido apenas por breves momentos, nos fizeram muito felizes.
As expectativas que eu tenho para este ano ? Nenhumas.
Eu sei que durante este ano vou rir muito, e chorar também. Vou conhecer pessoas novas, e perder outras.
Vou-me afastar de certas pessoas, e aproximar-me de outras. Vou encontrar novos 'vícios' , vou mudar, vou fazer asneiras, coisas de que me arrependo , e muito mais.
Mas o que importa, é que tambem vão haver muitas coisas boas.
 E por muitas coisas más que ainda estejam por vir, eu sei que há coisas que vão sempre permanecer as mesmas, e sei que há pessoas que vão manter-se do meu lado, venham quantos anos vierem.